#322: Panlásia – Janaina Alves

, em sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 ,
Editora: publicação independente
Páginas: 311
Ano: 2015

Sinopse (Skoob):
Um Reino onde nada é o que parece ser. Onde a paz foi conquistada à base de medo e muito sofrimento. Um lugar em que a harmonia não passa de fachada para esconder aqueles que realmente sofrem. Habitantes punidos por descenderem daqueles que foram considerados os vilões de uma guerra em que paz nunca foi o verdadeiro prêmio. Uma história em que o desentendimento de duas irmãs resulta na morte daquele que sustentava a ludibriosa paz, o grande Rei de todo um Reino.
A filha mais velha é responsável pela morte do pai, com a intenção de se vingar da irmã, aquela que um dia lhe tirou o que lhe era mais precioso. Agora, ela precisa do poder da Coroa, o único capaz de trazer novamente à sua vida aquilo que mais ama.
A filha mais nova, após ser acusada da morte do próprio pai, é banida do Reino, jogada sem remorsos na Cidade da Traição, lar daqueles que cometeram os maiores crimes contra a Coroa. Lugar conhecido por punir com a tortura eterna esses traidores.
Quando as máscaras começam a cair, a verdade é finalmente revelada. Um ódio descomunal entre duas irmãs, nascido de uma relação repleta de amor. Um lugar de traições e torturas revela-se o único lugar onde uma princesa pode descobrir o que é o amor, o que é ser parte de uma família. Entre estranhos é que ela encontra dentro de si a força para fazer o que é certo, para tirar a Coroa daquela que um dia tanto amou, mas que a puniu além do que qualquer pessoa mereceria.


Lavínia e Sara foram criadas em um ambiente cheio de conforto e elegância, pois são filhas do Rei Estevam, o governante do Reino de Kandil. Elas sempre receberam amor e carinho do pai, porém Lavínia tem uma mágoa com relação à Sara e tudo piora quando ambas tomam conhecimento da intenção do Rei de nomear Sara sua sucessora, mesmo ela sendo a mais nova.
A jovem sabe que Lavínia será infeliz – ou ainda mais infeliz – se não for nomeada Rainha algum dia, e se culpa pela vida triste da irmã. A mais velha, alimentando o ódio que cresce dentro de si, trama um plano para impedir Sara de chegar ao trono. Usando o amor de seu fiel guarda, Diogo, faz com que ele envenene o rei e, aproveitando de circunstâncias infelizes, acusa Sara do crime.
Como punição, Lavínia – recém consagrada Rainha – condena Sara a ser enviada para a Cidade da Traição. A mais jovem fica aterrorizada com esse destino, pois pelo que sabe, nessa cidade as pessoas sofrem torturas todos os dias. Porém, ninguém a ajuda e ela é deixada no meio do deserto.
Resgatada por cidadãos de Beller, a Cidade da Traição, Sara fica muito assustada, mas logo percebe que o que era dito em Panlásia sobre aquele lugar não parece ser verdade. Como ninguém sabe quem ela é, os moradores se abrem mais facilmente para a jovem e Sara aprende rapidamente que muito do que era ensinado em Panlásia era mentira. Isso a indigna e, com o apoio de Daniel e outros de Beller ela resolve voltar para sua cidade natal e lutar pelo seu lugar de direito como Rainha e para melhorar a vida do pessoal da Cidade da Traição e das outras cidades que têm uma realidade bem mais pobre que a cidade central.

Tomei conhecimento de Panlásia por meio de um book tour realizado pela própria autora, Janaina Alves, e fico muito grata em declarar que a cada página lida gostava mais e mais da história.
A narrativa foi muito bem construída e escrita; a progressão da história me agradou imensamente, pois apesar de tudo ter acontecido em algumas semanas, se passou algum tempo entre os fatos principais, o que deixa tudo mais crível. Os personagens são muito bem construídos também.
Adorei chamar Lavínia de louca e sem noção, mesmo sabendo que ela tinha um propósito muito firme para fazer o que fez. Sara se estrepou, aprendeu e cresceu. Os demais – não quero falar muito para não contar mais do que já contei da história – também me envolveram bastante.
Teve duas partes que eu esperava um baque maior no desenrolar, mas o jeito como Janaina fez não me decepcionou. E o final eu amei!
Uma história cheia de segredos, ódios antigos e descobertas é o que torna Panlásia um livro ótimo. Adorei essa minha primeira leitura de 2016 e indico mesmo!

Nota: 5/5.

Visitem o site oficial para conferir a sinopse, um trecho e o book trailer do livro: http://www.janainaalves.com.br/panlasia.html

Vocês podem adquirir o livro aqui:
Livro Digital / Amazon: Panlásiahttps://images-blogger-opensocial.googleusercontent.com/gadgets/proxy?url=http%3A%2F%2Fir-br.amazon-adsystem.com%2Fe%2Fir%3Ft%3Dcol09a-20%26l%3Dam2%26o%3D33%26a%3DB017AMBN24&container=blogger&gadget=a&rewriteMime=image%2F*
Livro Físico / Clube de Autores: https://goo.gl/9ojMm5

Quem quiser contatar a Janaina, pode acessar a página dela no facebook: https://www.facebook.com/Janaina-Alves-940676566004549/?fref=ts


Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Janeiro.

Nenhum comentário :

Postar um comentário