Dorama #04: Hwarang

, em sábado, 16 de dezembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Depois de alguns meses sem assistir nada completo, levei pouco mais de uma semana para ver Hwarang - The Beginning/The Poet Warrior Youth o화랑.

Esq - dir: Ji Dwi, Ban Ryu, Han Sung em cima do Yeo Wool, Soo Ho e Sun Woo.

Esse dorama é da rede KBS 2, foi filmado entre abril e setembro de 2016, e exibido de 19 de dezembro do mesmo ano a 21 de fevereiro de 2017. Tem 20 episódios de aproximadamente uma hora cada.
Apesar do cast repleto de estrelas e idols, não atingiu bons índices de audiência.
Eu gostei, mas vamos falar um pouco da história antes.

A história se passa 1500 anos atrás, mais ou menos, durante o 12º ano do reinado do Rei Jinheung, em Silla, um dos reinos que viriam a formar a Coreia depois de unidos.
Logo no início, somos alertados para o fato de que o dorama é inspirado em fatos reais, usa nomes reais, porém a história toda é fictícia.

Olá, príncipe, há interesse. ;P kkk
Vocês podem reconhecer o ator Park Hyung Sik, pois ele fez Strong Woman Do Bong Soo. *-*

Ji So é a rainha regente, que está no poder desde que o rei morreu, e mantém seu filho, o verdadeiro detentor do trono, escondido para mantê-lo a salvo de tentativas de assassinato. Quando ela enviou Sam Maek Jong para longe, ele era uma criança, porém agora o rapaz começa a questionar todo o segredo ao seu redor.
Ele vai para a capital e se recusa a voltar para sua casa isolada, mesmo contrariando a mãe. Porém não assume logo seu papel de rei, se mantém na surdina, observando a cidade e tudo que acontece ali em decorrência das leis de sua mãe e dos ministros. Inclusive vê uma pessoa ser morta porque o viu por acidente, o que, por ordem de Ji So, não é permitido a ninguém.

Em Seorabeol, a capital, outros personagens têm destaque.
Os jovens bem nascidos e mais bonitos de Silla se dividem em dois grupos liderados por: Ban Ryu, o filho do ministro líder do lado opositor à rainha, e seu séquito; e Soo Ho, filho de um ministro apoiador da rainha, e seus amigos.
Eles dois se detestam e brigam em todas as oportunidades, além de competirem ferrenhamente nos esportes e pela atenção das mulheres. Apesar que Soo Ho se dá melhor nesse último aspecto, mesmo levando tapas corriqueiramente por namorar mais de uma moça ao mesmo tempo.
Sempre observando as confusões está Yeo Wool. Ele é amigo de Soo Ho e prefere observar e comentar tudo a se envolver nas brigas diretamente. É uma diva! Adoro!
E tem ainda Han Sung, um jovem sonhador e inocente, que carrega o fardo de ser o último descendente puro de sua família e não aceita a desconsideração que seu avô tem por Dan Se, meio irmão de Han Sung e relegado da linhagem por ser filho de um sangue azul com uma plebeia. Apesar disso, os dois são bem próximos.

Ban Ryu (Do Ji Han) e Soo Ho (Choi Min Ho, do grupo SHINee)

Há ainda a jovem Ah Ro, filha do médico da cidade, Ahn Ji. Ela também é mestiça, filha de um sangue nobre com uma plebeia, e por isso faz bicos em vários lugares, além de ajudar seu pai com a prática médica, para ganhar dinheiro. Ela é uma contadora de histórias excelente, e bem desbocada.
Ahn Ji tem uma mágoa antiga contra a rainha, pois por causa de algo não revelado, sua esposa morreu e seu filho mais velho foi mandado para longe da cidade, ainda bem jovem, e Ahn Ji perdeu totalmente o contato com ele, sem saber o que aconteceu com Sun Woo.

A trama realmente começa depois que Sam Maek Jong volta para a cidade e dois agricultores pulam com sucesso o muro que protege a capital dos plebeus.
Um dos agricultores se revela o filho perdido de Ahn Ji e é recebido em casa com uma sensação agridoce.
Enquanto isso, a rainha decide criar o Hwarang, um grupo de guerreiros nobres e belos que será o protetor oficial da família real. A intenção dela é ter mais proteção e apoio ao seu lado, já que Young Shil, o ministro opositor, está se fortalecendo. Além disso, o Hwarang é composto por jovens de sangue nobre, o que tirará os filhos da influência dos pais ministros.
Determinado a amadurecer e ter novas experiências, Sam Maek Jong logo se inscreve, sob a identidade de Ji Dwi, o sobrinho do instrutor chefe do Hwarang que não tem família na cidade.
O filho de Ahn Ji é forçado a integrar o grupo depois de um acontecimento grave envolvendo a rainha.
E os demais Hwarang são enredados na formação da guarda por um problema forçado em cima da desavença de Ban Ryu e Soo Ho.

Uma diva esse Yeo Wool (Joo Yoon Woo)!

O que há muito nesse dorama? Chantagem e planos secretos. Os adultos querendo continuar a decidir tudo, usando de tradições, quando se nota o desejo e a necessidade por mudanças. Jovens sendo forçados a amadurecer depois de começar a ver as regras de sua sociedade por outros ângulos.

O que eu amei em Hwarang? Os Hwarang. O grupo é muito legal! Tem uma química ótima entre o círculo central de personagens: Ji Dwi, Sun Woo, Soo Ho, Ban Ryu, Yeo Wool e Han Sung.
O que me desagradou: o casal principal que não tinha uma química muito boa e alguns dos personagens mais velhos que mereciam no mínimo umas pauladas. E a Ah Ro ser uma personagem mal aproveitada.

Vejam bem, a Ah Ro começa muito bem. Desbocada e destemida, ela se vira para conseguir o que quer: prata, dinheiro. Só que quando os roteiristas faziam cenas dela com o crush, especialmente o escolhido para ser o ship oficial do dorama, parece que esqueciam esse lado da personalidade dela no churrasco e a moça vira uma chorona que depende de ser salva e consolada o tempo todo.
Aí não dá para defender. Eu não gosto do ship principal, acho eles bem sem sal e se fosse por eles, provavelmente teria abandonado o dorama. Ainda bem que eu adorei as interações dos Hwarangs e vários dos personagens secundários.

Han Sung (Kim TaeHyung/V do BTS. A trouxARMY em mim
grita de amor por esse bebê fofo!)

O meu ship mesmo, que defendo e defenderei para sempre, é o secundário, entre Ban Ryu e Soo Yun, a irmã do Soo Ho. Já dá para imaginar que vai ter confusão envolvendo eles, não é? Tem sim. Mas é fofo e engraçado. E o mínimo de segundos que eles apareciam interagindo eu me derretia toda.

Eu gosto da ambientação, da caracterização dos personagens. Aliás, eita bando de homem bonito que conseguiu ficar ainda melhor com os cabelões dos Hwarang!
Algumas coisas na história foram fracas, além do romance principal. Houveram furos e alguns personagens ficaram sem um final claro. (Teve um dos que não gosto que claramente foi esquecido no churrasco e eu queria saber o que acontece com ele para ver o quanto ele ia penar.) O do Soo Ho é o menos claro dentro da narrativa, mas eu acredito que entendi o que acontece com ele, infelizmente não dá para falar por causa de spoiler.

É um dorama excelente? Não.
Eu me diverti? Sim, várias vezes. Ri com certas cenas e com certeza riria de novo revendo.
Eu sofri? Também. Tem o que eu chamo de "o ponto da desgraça" que me fez sofrer bastante, porém há um intento ali, apesar de que eu acho que poderia ter sido alcançado sem envolver desgraça total. Mas fazer o que, não é. Aconteceu.
Eu indico? Sim. Dá para passar bem o tempo e tem várias partes boas, mas aviso logo para ter paciência para a lenga-lenga romântica dos principais. (Roteiristas, vocês podiam nem ter forçado esse casal que eu acho que a história ia ficar até melhor.) E aproveitem as interações Hwarang, são as melhores! E os personagens secundários, vários deles são maravilhosos!

Sun Woo, Ah Ro, Ji Dwi, Soo Ho;
Ban Ryu, Soo Yun, Yeo Wool, Han Sung.

A trilha sonora também é ótima, então vale ouvir. Tem no Spotify aqui.

E o dorama pode ser assistido no Viki, no Drama Fever ou aqui.

Comentou? Preencha o formulário e participe do Top Comentarista de Dezembro.

Recebi esse mês #71: Novembro/17

, em quarta-feira, 6 de dezembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

Top Comentarista: Dezembro/2017

, em segunda-feira, 4 de dezembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

Sobre aniversários...

, em quarta-feira, 29 de novembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

A série mais mentirosa do planeta!

, em quarta-feira, 8 de novembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

Top Comentarista: Novembro/2017

, em terça-feira, 7 de novembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

Recebi esse mês #70: Outubro/2017

, em sexta-feira, 3 de novembro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

#444: Princesa das Águas – Princesas Modernas III – Paula Pimenta

, em terça-feira, 31 de outubro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

#443: Princesa Adormecida – Princesas Modernas II – Paula Pimenta

, em terça-feira, 10 de outubro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...

Recebi esse mês #69: Setembro/17

, em sexta-feira, 6 de outubro de 2017 , Nenhum coment�rio.
Continue lendo...